Quarta-feira, 16 de Julho de 2008

DIÁRIO DE UMA VIAGEM-CACHUPA

 

CACHUPA RICA
Ingredientes:

500g de frango
500g de carne de vaca de cozer
1 pé de porco
1 chouriço
1 morcela
1 farinheira
150g de toucinho
100g de banha
2 cebolas
3 dentes de alho
1 folha de louro
1 l de água, aproximadamente
0,5 l de milho
3 dl de feijão-pedra
3 dl de favona
4 folhas de couve portuguesa
300 g de batata doce
200g de abóbora
300 g de banana verde
1 ramo de salsa
sal e piripiri


Demolha-se o feijão e o milho. No dia seguinte, cozem-se. À parte, cozem-se as carnes e o toucinho. Noutro tacho cozem-se também as folhas da couve cortadas aos bocados, a abóbora em cubos e a banana às rodelas grossas. Leva-se um tacho ao lume com a banha, as cebolas e os dentes de alhos picados, a folha de louro e o ramo de salsa.
Logo que a cebola comece a ficar mole, misturam-se as carnes desossadas e cortadas ao bocados, e as hortaliças, tempera-se com piripiri e adiciona-se a água da cozedura das carnes e a água simples (para não ficar um caldo muito forte). Ferve um bocadinho em lume brando, para apurar.

Contribuição de: Ivonne Dias
djahqueens@mail.telepac.pt
(TIRADO DO SITE PORTUGAL EM LINHA-GALERIA-SABORES-CABO VERDE)

 

 

Confesso que tendo já algumas experiências com comidas Africanas, mas reconhecendo que há muita diversidade gastronómica em África como há na Europa, ou noutro continente, sempre ouvi e li muito sobre este prato nacional de Cabo Verde, e mal cheguei à ilha do Sal, ainda no aeroporto Amílcar Cabral o guia que nos aguardava para o transporte ao hotel em Santa Maria muito profissionalmente simpático com o senão de ser um fervoroso adepto do F.C.Porto (brincadeira...) foi logo nos informando do importante que era passar pela experiência de comer uma verdadeira cachupa rica com carnes variadas um pouco como o nosso cozido, Sendo a pobre feita com peixe. Claro que se essa ideia quase obstinada já me entusiasmava em Portugal, nem se fala no Sal. Aconteceu que, a minha companheira não tinha o mesmo entusiasmo que eu e por outro lado na maior parte dos restaurantes onde procurámos (menos os dos hotéis) só faziam esse prato para quatro pessoas e por encomenda ou seja: comecei a ficar um tanto ou quanto triste com uma perspectiva que não queria aceitar: a de não comer cachupa em Cabo Verde! Mas eis que encontrei a solução, num restaurante onde já começava-mos a ir com frequência,  vimos que a cachupa constava como prato do dia à sexta-feira em doses individuais, precisamente a nossa ultima sexta-feira na ilha do Sal. Devo dizer que foi uma dose individual generosamente bem servida  e que me soube divinalmente, uma mistura de sabores, desde as carnes ao peixe (sim levou peixe) ao milho, à batata doce á abóbora tudo estava uma delicia de aromas, de sabores, de cores! Valeu bem a pena o meu almoço de despedida, o jantar foi no mesmo local com um não menos expectacular arroz de marisco no dia 27 de Junho de 2008. Dia 28 já estava em Gaia.
 
O local foi este, chamava-se café criolo,  simples, diria simples demais para muita gente, mas muito acolhedor na forma familiar como éramos tratados!
 

  

música: Bana- Lua Nha Testemunha
Tags:
publicado por Jorge Santos às 16:39
link do post | comentar | favorito
|
5 comentários:
De Lua de Sol a 25 de Julho de 2008 às 03:12
Oi, Jorge!
Ainda bem que no último dia lá provaste a cachupa, porque senão era como ir a Roma e não ver o Papa, ah ah!
Eu já provei uma vez a cachupa, cá em lisboa. Trabalhei numa revista cujo director gostava bastante de comida africana e indiana e às vezes arranjava assim umas almoçaradas... Íamos de vez em quando à Associação deles cá, que tem uma espécie de restaurante... Achei bom. Se bem que a tua foi de certeza mais rica... Na terra é sempre mais genuína, até porque há coisas que têm um sabor típico e que compradas fora não são iguais... Estou a lembrar-me da sopa de couve de Trás-os-Montes... Humm... que adoro e que cá não sabe ao mesmo porque não é com a couve e batata de lá:)
Mas... Valeu!
E gostei da receita!!!!
Hehe!
Beijão
De Jorge Santos a 25 de Julho de 2008 às 16:12
Parece que ainda lhe sinto o cheiro e o paladar... hummm!!
:) beijão
De Themis Santos a 20 de Julho de 2008 às 00:43
Oi Irmão. Obrigada pelas palavras no meu blog.
beijos
De Fernando Castro a 18 de Julho de 2008 às 00:15
eheheh..Carpediem...muito bom ao dar a conhecer estes pedaços de paraiso, ainda desconhecidos para a maioria dos portugueses.
Devo dizer que sou um adepto quase compulsivo pela Gastronomia, principalmente pela tradicional Portuguesa mas , aqui era só tirar um ingrediente ou outro e teriamos uma belissima sopa de Pedra de Almeirim.
Tenho pena nao poder ir conhecer a ilha do Sal, e muito mais tenho pena de nao poder ir a esse sitio ao que parece maravilhoso, para me deliciar com essa iguaria que tanta satisfação te deu...( ja me estou a roer por nao ter sido eu a come-la..eheheh).
Obrigado por partilhares com o pessoal as tuas experiencias vividas mas principalmente na area gastronomica ao qual sou fã incondicional.
Por favor nao pares por ai e manda mais destas que eu aponto todas.

Já agora a musica de fundo é 5 estrelas e claro tem tudo a ver!!!.
Fica bem!
De Jorge Santos a 18 de Julho de 2008 às 14:33
Obrigado! Ainda bem que consegui transmitir tão bem a satisfação que eu e minha companheira Lis, e neste caso da cachupa , eu, os bons momentos vividos neste cantinho de África insular onde a maior estrada não tem mais de 16 KM de comprimento!
Abraço!

Comentar post

.Março 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
20
21
22
23
24
25
26
28
29
30
31
Page copy protected against web site content infringement by Copyscape

.arquivos

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Novembro 2010

. Setembro 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

.posts recentes

. OS OLHOS DE MINHA MÃE

. AO MEU PAI

. BOURBON

. IDA SEM VOLTA

. NÃO FUI EU!

. O TAMANHO DA CAMISOLA

. JOSÉ SARAMAGO

. A PROPÓSITO DO MUNDIAL DE...

. MENTIRAS...

. ABRIL

. URGÊNCIA

. O PERIGO DA HISTÓRIA ÚNIC...

. AGRESSÕES ESCOLARES

. LIBERDADE DE IMPRENSA

. BAILINHO DA MADEIRA

. NO PEITO

. CHAVELA VARGAS

. LIBERDADE

. O SENHOR DAS ÁGUAS

. DEZ DE JUNHO

. DE ANIMO LEVE

. ANTHONY AND THE JHONSONS

. OS DARWINIANOS

. A BOLHA

. AVAREZA

. A IRMÃ DO MEU FILHO

. A PARTILHA DE UM MOMENTO

. ...

. FILHO DE PAI SEPARADOS

. WARNING

. 2009

. TIME AFTER TIME

. SOMOS LIVRES

. MINHA CONSCIÊNCIA

. PARABÉNS FILHO!

. SER

. DESAMOR

. A MAIOR EMPRESA DO MUNDO

. FINALMENTE

. MEU CREDO

. ...

. OS AMIGOS

. VIDA

. VIAGEM

. AMOR

. CIDADANIA 2

. GOSTO DOS MEUS ERROS

. DA VIOLÊNCIA

. AC/DC

. SALA DE ESPERA 2

.Tags

. todas as tags

Estou no Blog.com.pt
blogs SAPO
Animais de Rua - Projecto de Esterilização e Protecção de Animais Sem Lar

.subscrever feeds

Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.
Locations of visitors to this page