Domingo, 8 de Março de 2009

A IRMÃ DO MEU FILHO

Resolvi hoje fazer mais uma reedição de um "post" que constava da primeira versão do conteúdos e que fora publicado em 3 de Setembro de 2007, e faço-o porque encerra uma das minhas maiores dores, uma daquelas que dói todos os dias e que não deixo transparecer, embora muitos dos que me conhecem saberem que continua presente dentro de mim.

 

O meu filho tem uma irmã que absurdamente vive longe dele.
O meu filho tem uma irmã que absurdamente vive longe de todos aqueles que tentaram agasalha-la com amor.
A irmã do meu filho, conheci eu há 11 anos atrás , menina de 4 anos de idade muito viva, muito esperta, toda cabelos compridos com uma pele morena daquele moreno que doira a pele dos habitantes a sul do equador. Nessa altura a irmã do meu filho ainda não o era, era apenas uma menina sem irmãos com aquele ar de felicidade constante. Foi então que eu surgi na vida dessa menina, dei-lhe uma família , dei-lhe um irmão. E tudo fiz para sermos uma família feliz!
Mas infelizmente alguém não percebeu, não entendeu, não aceitou esse conceito tão simples de entender que a felicidade é construída nas mais pequenas coisas, no dar e receber e passou a retribuir com dor amargura e mentira aos elos de amor que eu o meu filho e a irmã do meu filho tentávamos criar...Desfeitos esses elos por carradas de maldade e desamor eu qual naufrago agarrado a um escombro em tempestade de meter medo, resisti, lutei e mantive-me a tona levando comigo o meu filho. Mas quanto a irmã do meu filho nada pude fazer para a tirar daquela tormenta. Tentei , tentei junta-la a mim e a seu irmão e a essa pessoa extraordinária que entretanto me surgiu nos elou numa nova corrente de amor e de vida que é a nossa bonita realidade, mas não conseguimos.A  influencia nefasta que a progenitora exerce na irmã do meu filho é tão grande que a irmã do meu filho não conseguiu entrar na nossa corrente, e assim acabou por ser entregue aos cuidados dos técnicos da segurança social. A irmã do meu filho tem 14 anos( agora 16) e depois de vários episódios de fuga da instituição onde se encontrava, foi, soube hoje, "deportada" para os Açores. Foi um choque para nós, apesar de tudo tentei sempre não acreditar que "as coisas" chegassem a este ponto, e faço este Post no CONTEÚDOS sem musica ou imagem.
Hoje estou triste

P.S. A irmã do meu filho Lucas Chama-se Madonna e presentemente já não está nos açores mas numa instituição similar no Alentejo.

... e desta vez ponho musica.

música: BACHIANAS BRASILEIRAS,HEITOR VILA LOBOS-BRANDFORD MARSALIS
Tags:
publicado por Jorge Santos às 21:59
link do post | comentar | favorito
|
8 comentários:
De Maria a 13 de Julho de 2009 às 16:50
Volteando nas tormentas das marés de um mar embrutecido, frio, mas com a voracidade do fogo.
Um tão frio e tenebroso o outro tão quente e tão vivo...

A vida é feita de encontros e desencontros, ao virar uma esquina, ao fecharmos uma porta, ao abrirmos uma janela...Um dia, talvez um dia, surja uma esquina, que nunca lá esteve...e reencontres aquilo que tanto desejas...
De Jorge Santos a 13 de Julho de 2009 às 23:26
quem sabe Lita, quem sabe...
Obrigado!
Beijinho
De daplanicie a 5 de Maio de 2009 às 21:20
Que lhe reste a consolação de tudo ter feito para proporcionar uma vida melhor à irmã do seu filho o que, pelo que diz, é bem mais do que a própria mãe lhe conseguiu dar. E que ela, ao crescer e tornar-se independente, retorne junto de vós que a amam.
Cumprimentos
De Jorge Santos a 13 de Maio de 2009 às 23:34
Muito obrigado.
De Maria João a 6 de Julho de 2009 às 13:52
Olha que historia de vida tão complicada! Brutal mesmo. a vida é um barco sem porto de abrigo, enfrenta as piores tormentas, arrastando consigo tudo e todos, até acabarmos atirados para as areias de uma praia deserta, doridos e ressequidos.
De Jorge Santos a 13 de Julho de 2009 às 14:28
Obrigado Maria, obrigado!
Beijinho.
Jorge
De Estupefacta a 9 de Março de 2009 às 09:27
E não há a hipótese de a resgatares da IRS???? Fiquei muito impressionada com a história.... Tenta contactar a Segurança Social e falar com as técnicas de apoio a essa IRS.
De Jorge Santos a 10 de Março de 2009 às 00:37
Infelizmente não. Tentei, foi-me entregue aos fins de semana mas mesmo assim a influência da mãe era mais forte, fugiu da casa onde eu morava em Leça da Palmeira, saltando da varanda de um 1º andar, quem a esperava lá em baixo? a mãe....

Comentar post


. Jorge Santos

. 16 seguidores

.Março 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
20
21
22
23
24
25
26
28
29
30
31
Page copy protected against web site content infringement by Copyscape

.arquivos

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Novembro 2010

. Setembro 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

.posts recentes

. OS OLHOS DE MINHA MÃE

. AO MEU PAI

. BOURBON

. IDA SEM VOLTA

. NÃO FUI EU!

. O TAMANHO DA CAMISOLA

. JOSÉ SARAMAGO

. A PROPÓSITO DO MUNDIAL DE...

. MENTIRAS...

. ABRIL

. URGÊNCIA

. O PERIGO DA HISTÓRIA ÚNIC...

. AGRESSÕES ESCOLARES

. LIBERDADE DE IMPRENSA

. BAILINHO DA MADEIRA

. NO PEITO

. CHAVELA VARGAS

. LIBERDADE

. O SENHOR DAS ÁGUAS

. DEZ DE JUNHO

. DE ANIMO LEVE

. ANTHONY AND THE JHONSONS

. OS DARWINIANOS

. A BOLHA

. AVAREZA

. A IRMÃ DO MEU FILHO

. A PARTILHA DE UM MOMENTO

. ...

. FILHO DE PAI SEPARADOS

. WARNING

. 2009

. TIME AFTER TIME

. SOMOS LIVRES

. MINHA CONSCIÊNCIA

. PARABÉNS FILHO!

. SER

. DESAMOR

. A MAIOR EMPRESA DO MUNDO

. FINALMENTE

. MEU CREDO

. ...

. OS AMIGOS

. VIDA

. VIAGEM

. AMOR

. CIDADANIA 2

. GOSTO DOS MEUS ERROS

. DA VIOLÊNCIA

. AC/DC

. SALA DE ESPERA 2

.Tags

. todas as tags

Estou no Blog.com.pt
blogs SAPO
Animais de Rua - Projecto de Esterilização e Protecção de Animais Sem Lar

.subscrever feeds

Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.
Locations of visitors to this page